Simples assim…

Nem sempre, para se falar de psicanálise precisam-se de palavras difíceis ou frases rebuscadas. Recentemente um paciente compartilhou comigo um texto antigo que descobriu. Neste ilustra-se um interessante poema, em que uma menina de 15 anos (na época), em sua simplicidade poética explica tão claramente o desejo da escuta de um analista. Compartilho também com vocês.


“ Gostaria que houvesse alguém

que, ouvisse minha confissão:

não um padre – não quero que me digam meus pecado;

não minha mãe – não quero causar tristeza;

não uma amiga – não entenderia o bastante;

não um amante – seria parcial demais;

mas alguém que ao mesmo tempo fosse (parecesse) o amigo, o amante, a mãe, o padre.

e ainda um estranho – não julgaria nem interferiria,

e quando tudo já tivesse sido dito desde o início até o fim,

mostraria a razão das coisas,

daria forças para continuar

e para resolver tudo à minha própria maneira.

(Publicado em 1916 em The Little Review)

Esse post foi publicado em Análise, Poesia, Psicanálise e Outros Saberes, Psicologia, Tranferêrncia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Simples assim…

  1. Lilian Aldeia disse:

    Como é que são as coisas! Esta poesia feita em 1916 já necessitava de uma escuta, um trabalho a ser executado com toda a visão minuciosa e dar uma direção ao ser para que este compreendesse seus caminhos obscuros. É quase cômico e assustador que uma menina tenha pensado desta maneira: um pedido de socorro, podemos dizer assim. O mais interessante é que a Psicologia foi criada em 1920, ou seja, 4 anos após este manuscrito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s